Abis Benefícios

Transportando seu Pet com Segurança: Dicas para Cumprir código de Trânsito Brasileiro

Transportando seu Pet com Segurança: Dicas para Cumprir código de Trânsito Brasileiro
Imagem da internet

Compartilhe nas redes!

Para muitos de nós, os nossos animais de estimação são membros da família. E, assim como garantimos a nossa segurança durante as viagens de carro, é igualmente importante garantir que nossos queridos pets também estejam protegidos e viagem de forma segura. Além disso, é essencial cumprir as leis de trânsito brasileiras que regulamentam o transporte de animais em veículos. Neste artigo, compartilharemos dicas importantes para transportar seu pet com segurança e em conformidade com a legislação brasileira.

1. Escolha o Dispositivo de Segurança Adequado

A legislação de trânsito brasileira determina que os pets devem ser transportados de forma segura e apropriada em veículos. A escolha do dispositivo de segurança adequado para seu pet depende do seu tamanho e da espécie. Para cães, existem cintos de segurança específicos que podem ser presos ao cinto de segurança do carro ou caixas de transporte apropriadas que devem ser fixadas no banco traseiro.

2. Caixa de Transporte Segura

Se você optar por transportar seu pet em uma caixa de transporte, certifique-se de que ela seja adequada ao tamanho e à espécie do animal. A caixa deve ser bem ventilada, confortável e de material resistente. Certifique-se de prendê-la corretamente no banco traseiro para evitar movimentos bruscos durante a viagem.

3. Evite Transportar o Pet no Colo ou no Banco Dianteiro

Embora seja tentador deixar o pet no colo ou no banco dianteiro durante a viagem, isso é altamente perigoso e não está de acordo com as leis de trânsito. Além de distrair o motorista, a probabilidade de ferimentos graves ao pet em caso de colisão é significativamente maior.

4. Não Deixe o Pet Solto Dentro do Carro

Independentemente do tamanho do animal, não o deixe solto dentro do veículo durante a viagem. O pet solto pode interferir na condução do motorista, podendo causar acidentes. Além disso, em caso de colisão, a probabilidade de ferimentos graves ao pet e aos ocupantes do veículo é muito maior.

5. Faça Paradas para Hidratação e Necessidades Fisiológicas

Em viagens longas, faça paradas periódicas para que seu pet possa se hidratar e fazer suas necessidades fisiológicas. Lembre-se de que os animais também podem sentir sede e necessidades fisiológicas durante a viagem.

6. Não Deixe o Pet Sozinho no Carro

Nunca deixe seu pet sozinho dentro do carro, especialmente em dias quentes. A temperatura interna do veículo pode aumentar rapidamente, colocando a vida do animal em perigo. Caso seja necessário sair do veículo, leve o pet com você ou deixe-o em um local seguro e adequado.

7. Faça o Adestramento para Viagens de Carro

Se o seu pet não estiver acostumado a viagens de carro, faça um treinamento gradual antes da viagem longa. Leve-o para passeios curtos de carro para que ele se familiarize com o ambiente e, aos poucos, aumente a duração das viagens.

8. Leve Documentos e Itens Essenciais do Pet

Não se esqueça de levar os documentos do pet, como carteira de vacinação e identificação. Além disso, leve itens essenciais, como água, potes de alimentação, brinquedos e a ração do animal.

Ao seguir essas dicas, você estará garantindo a segurança e o bem-estar do seu pet durante as viagens de carro, além de estar em conformidade com as leis de trânsito brasileiras. Lembre-se de que a segurança do seu animal de estimação é tão importante quanto a sua própria. Viajar com o pet de forma segura proporcionará momentos agradáveis e tranquilos para toda a família, inclusive para o mais novo passageiro peludo do carro.

O que achou?

Compartilhe nas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

💬 Precisa de ajuda?